Notícias

Dois terços dos usuários de internet já sofreram ataques online

» Publicado em: 08/09/2010

Estudo aponta China, Índia e Brasil como países que sofrem mais ataques, sendo ultrapassados somente pelos Estados Unidos. Vírus e malwares são os crimes online mais comuns
Quarta-feira, 08 de setembro de 2010 às 12h02

Um estudo divulgado nesta quarta-feira pela Symantec aponta que dois terços dos usuários de internet espalhados pelo mundo já foram vítimas de crimes online.

Durante a pesquisa foram entrevistados 7 mil adultos de 14 países. Segundo o estudo, chamado de \"Norton Cybercrime Report: The Human Impact\", os países que possuem mais vítimas de ataques são China, Índia e Brasil - empatados em segundo lugar - seguidos pelos Estados Unidos.

Entre os entrevistados, um quarto disse esperar que seja vítima de algum crime online. No entanto, somente metade afirmou que iria mudar de comportamento online se fosse atacado.

Dos que sofreram ataques, 44% relataram o crime à polícia. A partir do relato, em média, leva-se 28 dias para resolver um crime virtual, de acordo com o relatório. Um em cada três entrevistados que afirmaram já terem sido vítimas de ataques virtuais disseram que a questão nunca foi totalmente resolvida. No Brasil, a demora para se resolver um crime online é de 43 dias.

Os tipos mais comuns de ataques online são os vírus e malwares, reportados por 51% dos entrevistados. 10% sofreram golpes online, 9% phishing e 7% tiveram seu perfil em redes sociais hackeado ou foram vítimas de fraude online com cartão de crédito.

Os ataques online estão aparecendo cada vez mais em redes sociais, como é o caso do Twitter. Nesta terça-feira, mais de 100 mil usuários do serviço de microblog foram infectados ao clicarem em uma mensagem sobre a suposta morte de um membro da banda Restart.

© 2009 - Escola Multi-Tech. Todos Direitos Reservados.

Av. Dep. Quintino Vargas, 35 – 2º Andar | Paracatu – MG

(38) 3671-5010 | escolamulti@escolamulti.com.br | Desenvolvido por MNDTI